0

Brasil tem 2,6 milhões de crianças em situação de trabalho infantil, diz estudo

Fundação Abrinq divulga panorama da infância e adolescência nesta terça (21). Dados também apontam que 40% das crianças entre 0 e 14 anos no país vivem na pobreza.

 crianca-vende-2

Criança ajuda na venda de bedida alcóolica no carnaval de rua de SP (Foto: Débora Klempous/Rede Peteca – Chega de Trabalho Infantil)

O Brasil tem 2,6 milhões de crianças e adolescentes (entre 5 e 17 anos) em situação de trabalho infantil, segundo levantamento feito pela Fundação Abrinq. O panorama nacional da infância e adolescência é lançado nesta terça-feira (21) pela organização sem fins lucrativos que promove a defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

A pesquisa ainda aponta um aumento de 8,5 mil crianças de 5 a 9 anos em situação de trabalho infantil, e redução de 659 mil crianças e adolescentes na faixa de 10 a 17 anos na comparação entre os anos de 2014 e 2015 – segundo dados da Pnad 2015.

A maior parte delas encontra-se nas regiões Nordeste e Sudeste, sendo que, proporcionalmente, a Região Sul lidera a concentração desse público nessa condição.

A compilação reúne os dados mais recentes no tema, disponibilizados em órgãos como IBGE, Ministério da Saúde, Ministério da Educação, Disque Denúncia, entre outros.

Pobreza

O “Cenário da Infância e Adolescência – 2017” também revela que 17,3 milhões de crianças de 0 a 14 anos, equivalente a 40,2% da população brasileira nessa faixa etária, vivem em domicílios de baixa renda, segundo dados do IBGE (2015).

Entre as regiões que apresentam a maior concentração de pobreza (pessoas que vivem com renda domiciliar per capita mensal igual ou inferior a meio salário mínimo), o Nordeste e o Norte do País continuam apresentando os piores cenários, com 60% e 54% das crianças, respectivamente, vivendo nessa condição.

O guia também traz números sobre o que é considerado como “extrema pobreza”, isto é, crianças cuja família tem renda per capita é inferior a ¼ de salário mínimo: 5,8 milhões de habitantes (13,5% da população) de 0 a 14 anos de idade.

A publicação chama a atenção sobre o fato de as regiões que mais concentram crianças e adolescentes no Brasil apresentarem, justamente, os piores indicadores sociais. No Norte do país, 25,5% dos bebês dos nascidos são de mães com menos de 19 anos.

Violência

De acordo com o estudo, quase 18,4% dos homicídios no país são praticados contra crianças e adolescentes. Pouco mais de 80% deles com armas de fogo.

A região Nordeste concentra a maior proporção de homicídios de crianças e jovens por armas de fogo e supera a proporção nacional em 5,4 pontos percentuais.

FONTE: g1.globo.com

0

Projeto – DOE UMA ESCOLHA 2017

cartaz

Somos a Visão Mundial, uma organização não governamental humanitária que tem como objetivo ajudar aqueles que mais necessitam! Atuamos há 41 anos no país ajudando crianças e adolescentes a terem acesso à programas sociais que levam educação, lazer e saúde às comunidades mais vulneráveis  do Brasil. Investimos em crianças que precisam de ajuda, garantindo que elas tenham condições de um presente e um futuro melhor, se tornem adultos autônomos e que contribuam com a sociedade.

No dia 30 de Janeiro foi lançada a campanha Doe Uma Escolha 2017 é uma ação do Projeto Calendário de Direitos – que é uma ferramenta pedagógica da Visão Mundial para pautar as ações que desenvolvemos ao longo do ano em torno dos Direitos da Infância.

A Campanha Doe Uma Escolha é a nossa ação para o Direito à Educação. Escolhemos o período da Volta às Aulas pois acreditamos que é um momento propício para esta reflexão e mobilização da sociedade em torno da defesa pela educação de qualidade para todos os meninos e meninas do Brasil.

O conceito da campanha envolve duas frentes: doação de kits de material escolar (físico ou o dinheiro através da nossa plataforma virtual) e voluntariado na Escola Municipal Sociedade Tomé de Souza que há 65 anos atende à comunidade do bairro do Uruguai e adjacências. Tem 210 alunos matriculados em dois turnos, muitas necessidades em relação à infraestrutura e materiais didáticos.

Você pode conhecer mais sobre a campanha na página www.escolhas.vc. Lá também é possível doar e se cadastrar para realização da ação de voluntariado na Escola

O Doe Uma Escolha tem o desafio de mobilizar a cidade em torno da causa da educação da criança e com isso, busca o fortalecimento o envolvimento de instituições públicas e privadas, da comunidade escolar e famílias em uma ação de mobilização pela direito e pela qualidade da educação. Temos como meta arrecadar Kits escolares (caderno, lápis, régua, caneta, borracha, tesoura, cola e apontador) para serem disponibilizados à alunos de escolas públicas, além de uma ação de voluntariado que será realizada em 18 de março.

Você pode participar desta Campanha doando Kits;mobilizando a sua equipe a participar; disponibilizando um espaço para que seja ponto de arrecadação; acessando a nossa landingpage (visaomundial.org/doeumaescolha) e fazendo doações.

Fazemos escolhas todos os dias, umas mais simples, outras mais complicadas. Mas, algumas pessoas não têm escolhas. #Doe Uma Escolha. Esteja com a gente nesta.

 

0

#ChegaDeTrabalhoInfantil

Trabalho infantil é um tema que sempre provoca muita discussão mas, no final, a verdade é uma só: criança não foi feita para trabalhar. Pior ainda, além de se privar da alegria de uma infância normal, na maioria das vezes o jovem que trabalha é levado a abandonar a escola – ou seja, pode prejudicar seu desenvolvimento intelectual e perder oportunidades na vida adulta.

Por isso, o Ministério Público do Trabalho está lançando um movimento de conscientização para dar um basta no trabalho infantil em nosso país. Descubra como você pode fazer parte desta ação e junte-se a nós!

Combater o trabalho infantil é uma responsabilidade de todos, e entrar nesta ação é mais fácil que você imagina.

Olhe com atenção ao seu redor. Há alguém abaixo de 16 anos trabalhando por aí? Preste atenção na sua rua, no bairro! O trabalho infantil está mais perto do que você imagina. #ChegadeTrabalhoInfantil

Nenhum texto alternativo automático disponível.

É comum associarmos o trabalho infantil às atividades rurais. Mas essa ideia não está totalmente correta! 69% das crianças que trabalham estão na região urbana – vendendo doces no semáforo, limpando vidros, carregando caixas. Fique ligado!
#ChegaDeTrabalhoInfantil

Se você concorda que é hora de dar um basta no trabalho infantil, seja bem-vindo ao movimento #ChegaDeTrabalhoInfantil.

Fonte:  MPT

0

#ChegaDeTrabalhoInfantil

Veja quem está apoiando a nossa campanha.

Dia 10 de fevereiro, em Campinas,  será lançada importante campanha nacional  de combate ao trabalho infantil pelo MPT.

Intitulada #chegadetrabalhoinfantil, a campanha terá apoio de estrelas do mundo da música e do esporte, como Daniel, Chitãozinho e Xororó, a ex-jogadora de basquete Hortência Marcari e do ex-jogador de vôlei Maurício Lima. 

O site já está no ar: http://www.chegadetrabalhoinfantil.com.br/

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1219294824791466/